BlogE-commerce

Em meio a crise, lojas virtuais são a salvação para comerciantes

O aumento crescente de usuários no Brasil comprando em lojas virtuais está ajudando o comércio a se manter em meio à crise.

Devido a facilidade de acesso a internet no interior do país, muita coisa mudou. Segundo a pesquisa feita pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), 55% da população brasileira usam a internet.

A quantidade de indivíduos que utilizaram a Internet nos últimos três meses, chegou-se à marca de 94,2 milhões de internautas no país, o que corresponde a 55% da população visitando sites e  lojas virtuais diariamente.

Ainda de acordo com essa pesquisa, o celular é o dispositivo mais utilizado pela população para acessar a internet com 89%, seguido pelo computador de mesa (40%), computador portátil ou notebook (39%), tablet (19%), televisão (13%) e videogame (8%).

Em meio à crise que o Brasil enfrenta, as vendas online tiveram 7,4% de aumento de lucro, arrecadando 44,4 bilhões em 2016, superando a marca de 41 bilhões em 2015, segundo a Associação do Comércio Eletrônico.

Enquanto isso as lojas físicas tiveram queda de 6,2% no total arrecadado, segundo o IBGE. Essa foi a pior marca registrada pelo varejo desde que o IBGE começou a fazer esse levantamento, em 2001.

Além do maior volume de vendas, as lojas virtuais conseguiram elevar os números de pedidos, com 106 milhões em 2016 e também aumentar em 8% o ticket médio gasto pelo consumidor, que foi de R$ 388 para R$ 452.

O aumento dos usuários de internet, principalmente no interior do país, está alavancando os lucros das lojas virtuais

Assim como o número de compradores, a quantidade de usuários da internet também vem crescendo nos últimos anos, passando de 105 milhões em 2014 para 150 em 2017, uma elevação de quase 50%.

Se você deseja empreender de forma online, vemos que esta é a hora, já que os hábitos de compra estão mudando e migrando para o mundo virtual, como os dados acima demostram.

Devido a maior segurança adotada pelos servidores e a praticidade de efetivar a compra de onde estiver, a tendência é que ela aos poucos tome o lugar das lojas físicas.

Como vemos diariamente que desde as grandes marcas de varejo até pequenos produtores artesanais, todos estão aderindo ao comércio eletrônico e tendo excelentes resultados.

Para quem deseja iniciar um empreendimento de venda online e assim fugir da crise que assola o setor varejista, deve-se usar corretamente as técnicas de otimização de sites, e marketing digital.

O mais importante é que seus clientes o encontrem e sigam seu site, compartilhem seu conteúdo e comprem com você. A estratégia de SEO correta fará com que seu site tenha o destaque que precisa para ser localizado, aumente o Lead de sua página e potencialmente os números de vendas.

Nossa equipe está preparada para atender suas necessidades utilizando a tecnologia mais moderna a seu favor. Clique aqui e descubra como podemos ajuda-lo a ter sua loja virtual.